Vale tudo, mesmo tirar olhos
30
Abr 14
Pirateada por João Rodrigues, às 11:57Ligação da mensagem | Bombardear

As prioridades do governo são fantásticas. Agora é um grupo de trabalho sobre gastronomia com o Cervejas da Ponte e a sua gestão televisiva e o Lobato Xavier da "reforma" do IRC. Proponho uma única regra de funcionamento: ser à hora do jantar, para terem tempo de curar a cadela.


02
Ago 13
Pirateada por João Rodrigues, às 11:22Ligação da mensagem | Bombardear

O que seria do governo sem um grupo de coordenação dos assuntos económicos e do investimento? Presidido pelo vice-primeiro Paulo Janelas, claro. Seria a mesma coisa que um governo sem um secretário de estado do empreendedorismo.

 

Por um qualquer "acaso" é um grupo composto por membros do governo das áreas económicas - uma espécie de conselho de ministros exclusivo do Cêdêésse.

 

Parece que é preciso debater, facilitar e desbloquear questões ligadas ao investimento de 15 em 15 dias - para isto não é necessário um grupo de coordenação. Se calhar bastava os membros do executivo diminuirem a burocracia para facilitar o investimento. Digo eu, que não percebo nada de burocracia e um especialista em burocracia em conjunto com vários especialistas em burocracia integrados num grupo de trabalho vão resolver o problema da burocracia.


03
Jul 13
Pirateada por João Rodrigues, às 13:59Ligação da mensagem | Bombardear

Estamos no Verão, está bom tempo para ir à praia dar um mergulho, comer caracóis e beber bejecas e queriam que o Paulo Janelas perdesse estes momentos feirantes e chateasse a tola com o guião cinematográfico de um filme de terror. Perdão, guião para a reforma do estado. Esse assunto menor, sem importância para Portugal e que se não for para a frente originará um segundo resgate, mais austeridade e durante mais tempo.

 

Após as eleições, o futuro governo vai ser chefiado pelo Inseguro Tózé em coligação com o Janelas (se este não acabar em partido do táxi), com o Chico de Esquerda e com o Operário Jerónimo: uma espécie de caldeirada anti-austeridade, anti-tróica, anti-programa de ajustamento e do lado do Janelas, anti-tudo e pró-nada.

 

Com o Pêésse no governo, incluindo o Edil Olissiponense, a solução deste problema está garantida - é a mesma que nos deixou no buraco onde nós estamos agora. Depois queixem-se e digam que a culpa é do Rei Mago das finanças (que se demitiu), dos mercados e da tróica.


25
Jun 13
Pirateada por João Rodrigues, às 12:01Ligação da mensagem | Bombardear

Eu penso que foi inveja dos Geninhos por não terem sido convidados. Pode ter sido devido ao uso de bolachas - quem joga bingo a biscoitos? Apenas os bifes. Devia ter sido cozido à portuguesa e tintol; seria mais português.

 

O mais interessante disto é a existência do "crime" de presença em local de jogo ilícito.


Continuo à espera da liberalização do jogo, mas isso acontecerá numa outra reencarnação.


23
Jun 13
Pirateada por João Rodrigues, às 15:14Ligação da mensagem | Bombardear
O canal de televisão Doente Notícias, no jornal das sete de Sábado, estava em directo daquele ajuntamento autárquico do Pêésse e a dar momentos de ternura dos candidatos autárquicos do partido. Um deles foi o Basílio Hortaliça, que se saiu com a tirada que titula esta mensagem; entretanto esse momento "desapareceu" das notícias.

 

 

Outro interveniente foi o Toninho Olissiponense e a sua ideia de utilizar os fundos europeus para alavancar o investimento. Eu tenho a solução - encomendem pés-de-cabra. Sendo o obectivo encontrar alavancas, o pé-de-cabra deve servir para isso. poupavam-nos a rotundas, arte urbana, circulares e vias de circulação internas e externas, entre outros tipos de estradas.

 

 


14
Jun 13
Pirateada por João Rodrigues, às 11:37Ligação da mensagem | Bombardear

O Chico de Esquerda apresentou o candidato a Lisboa para as eleições autárquicas. Vai ser o Joãozinho Sem-Medo. O partido devia apresentar uma lei no parlamento para permitir a apresentação de candidaturas bicéfalas à presidência das câmaras municipais. Seria um avanço civilizacional (parece que é assim que se considera a coisa).

 

No programa eleitoral, defende a fusão entre o Metro de Lisboa e a Carris. A mim parece-me que o actual governo apresentou um projecto de fusão das duas empresas. Será que o homem não sabe disso? Ou o problema é ser uma ideia de um governo neo-ultra-hiper-liberal? Vindo do Chico de Esquerda, a coisa já passa por ser uma medida, digamos que, de carácter mais social.


07
Jun 13
Pirateada por João Rodrigues, às 13:26Ligação da mensagem | Bombardear

O brilhantismo do Inseguro Tózé é fantástico. O que seria de Portugal sem as suas ideias? Haveria menos material para escrever umas piadolas.


26
Abr 13
Pirateada por João Rodrigues, às 11:43Ligação da mensagem | Bombardear

O cozinheiro Inseguro Tózé fez um apelo a uma caldeirada feita de socialistas, progressistas, social-democratas e democrata-cristãos. Um chamamento renovado pelo Miguel Laranjas, acrescantando que o Pêésse quer fazer alianças com os empresários, com as universidades (será que inclui as futuras universidades de ciências aplicadas?), com os centro de investigação, com a sociedade mais dinâmica.

 

A moção de censura foi de uma eficácia tremenda nos seus objectivos de derrubar o governo.

 

Tudo isto resultou nas sondagens: o Pêésse desceu  8% nas intenções de voto e tem uma vantagem de 1% sobre o Pêéssedê.


17
Abr 13
Pirateada por João Rodrigues, às 13:40Ligação da mensagem | Bombardear
O 1.º Láparo enviou uma carta a propor uma reunião entre ele e o Inseguro Tózé. Começou hoje às 10 e meia da manhã e o presidente Cavaquinho congratula-se com o encontro. A tróica reúne-se com o Pêésse ao meio-dia e o Inseguro chegou atrasado, à boa maneira portuguesa, que é para os malvados dos credores perceberem quem manda.

Às 10 e meia da manhã é hora de pequeno-almoço atrasado. Talvez ao estilo do outro entre o Grego e o Fígado, aquando das eleições legislativas. Ao meio-dia é hora para um almoço adiantado, ainda enfastiado com o pequeno-almoço tardio. Com um pouco de sorte, teremos uma vichyssoise na ementa.

P.S.: consta que as reuniões têm o objectivo de chegar a consenso quantos aos cortes na despesa do estado. Já sabemos onde isto nos leva - ao aumento de impostos. Daí chamar-se consenso: estão todos de acordo que é necessário (e, até, preciso) cortar nos gastos do estado. Por isso, sobem-se os impostos.

02
Mar 13
Pirateada por João Rodrigues, às 14:01Ligação da mensagem | Bombardear
Estou no tempo de aquecimento para a manifestação Que Não se Lixe a Troika. Consta que não existem influências partidárias na organização, como se pode ver aqui.

Esta ligação vai dar ao blogue do movimento, onde na barra lateral direita (claramente uma coincidência) estão os nomes dos organizadores/apoiantes. Não há ninguém de esquerda, com grande pena minha.

Quem é o cromo?
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


A marear desde
3 de Julho de 2008
A Caveira Vesga no Facebook
Sucata
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
 photo fumadores.jpg
RSS
blogs SAPO