Vale tudo, mesmo tirar olhos
31
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 11:51Ligação da mensagem | Bombardear


30
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 11:29Ligação da mensagem | Bombardear | Ver espadeiradas (1)
O justiceiro sanitário regressou em grande. Este secretário de estado da doença é um verdadeiro achado. Gostava de saber onde vão descobrir estes cromos. Com estas ideias apenas resta criar uma polícia - andam atrás de nós a controlar os nossos hábitos alimentares e comportamentais. Não sendo suficiente passam para a última fase, que é a criação de campos de reeducação.

A partir de agora, comam muitos fritos e doces, fumem bastante e bebam álcool em grandes quantidades. Estarão a ajudar o serviço nacional da doença a ficar mais sustentável.

24
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 11:47Ligação da mensagem | Bombardear
Etiquetas:

21
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 11:20Ligação da mensagem | Bombardear
A inevitável venda da Trap ao empresário de tripla nacionalidade não vai acontecer. Nem o passaporte polaco com um mês ajudou. Quando a nacionalidade polaca chegar aos seis meses (algures em Maio), o governo português vende e ele compra.

Dizem que a empresa aérea é uma companhia de bandeira. Se fosse vendida ao milionário, o problema seria a bandeira colombiana - tem azul e amarelo, as cores do Cêdêésse, mais a ligação monárquica do azul. Isso podia ferir susceptibilidades das mentes mais sensíveis.

Referem o interesse estratégico nacional - eu faço parte do nacional e não tenho nenhum interesse estratégico em que a empresa seja do estado.

Quem era contra a venda da empresa deve ter pensado que ia servir para tráfico de droga de proveniência colombiana; outros podem ter pensado num aumento exponencial da importação de prostitutas brasileiras, segundo o raciocínio do advogado Marinho Piupiu.
Etiquetas:

14
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 13:40Ligação da mensagem | Bombardear
A bolada ao ministro Álvaro, versão 3.1 regressou.

Primeiro foi o Jorginho Moreira da Silva e a sua Plataforma para o Crescimento Sustentável. Além das críticas ao ministro da economia, aproveitou para lançar a ideia de diminuir os impostos (no caso, o fim da sobretaxa de 3,5% do IRS). Como? Através do aumento dos impostos na área do ambiente.
Com estas "ideias", o Ganda Nóia (agora investido de guru da política portuguesa) veio atirar o nome dele para governante, numa eventual remodelação do executivo após as eleições autárquicas.

A seguir foi a ministra das galinhas-poedeiras.

Talvez o ideal seja voltarmos aos níveis de desenvolvimento económico anteriores ao século XVII.
Etiquetas: ,

06
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 15:06Ligação da mensagem | Bombardear
A caça aos malandros dos capitalistas continua. Com o "intuito" de ajudar os fornecedores (os coitadinhos de serviço), o governo volta a diminuir o peso do estado na economia e a reduzir a burocracia - vai alterar a regulamentação das promoções dos hipermercados.

O resto está explicado aqui.
Etiquetas: ,

05
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 14:39Ligação da mensagem | Bombardear
A Frau Anginha foi releita presidente da CDU com 98% dos votos e oito minutos de aplausos. Bateu a votação de 97% do comité central do Pêcêpê. Quanto às palmas, não encontrei a duração no congresso comunista.

No caso dos comunistas, estou convicto que se enganaram na contagem - pode ter sido um zanaga que a fez (eventualmente um infiltrado do imperialismo norte-americano. As teorias da conspiração abundam para os lados da cor vermelha).
Etiquetas:

03
Dez 12
Pirateada por João Rodrigues, às 15:42Ligação da mensagem | Bombardear
O caminho para um estado fiscalmente tirânico continua de vento em popa - após as taxas moderadoras e as portagens com pagamentos em atraso, juntaram as propinas. Sem esquecer a contratação de mais mil inspectores para as finanças no ano que vem. Falta a ligação aos malandros do capital e aos proprietários das casas que fazem política social em vez da segurança social.

Quando houver atrasos nos pagamentos não será necessário recorrer a tribunais: o fisco é o substituto "natural" da justiça.

Se forem um "grande" contribuinte (empresa ou não, porque a distinção inexiste) serão acarinhados pelo fisco, com tratamento preferencial e distinto dos demais membros da ralé pagante.

Exijo ser tratado de forma similar aos "grandes". Como tal, lanço a ideia de criarem uma unidade de pequenos contribuintes. Não somos todos iguais?
Etiquetas:

Quem é o cromo?
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
22

23
25
26
27
28
29



A marear desde
3 de Julho de 2008
Sucata
2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Pesquisar
 
RSS
blogs SAPO